Arrasando! Deborah Secco ostenta corpão em foto de lingerie na rede social
24/08/2018 16:28 em Saúde

Deborah Secco, que está no ar como Karola em  "Segundo Sol", resolveu dar o ar da graça nesta sexta-feira (24) e atualizou seu perfil oficial do Instagram de forma sensual.

 

De lingerie preta, Deborah Secco ostentou o corpão com barriga negativa, e para completar o look ousado, a atriz combinou com um chapéu trabalhado nos detalhes.

 

Sucesso nas telinhas e nas redes sociais, a imagem da loira não está passando despercebida no lnstagram. Em poucos minutos no ar, a foto já ultrapassa 14 mil curtidas, além de centenas de comentários que contemplam a beleza da global usando lingerie.

 

"Um corpo é um corpo, né", escreveu um internauta. "Muito linda você, por fora e por dentro. De todas as atrizes, você é quem mais se destaca, qualquer papel você faz é bem feito", exclamou um segundo. "O gostosômetro acaba de explodir!", brincou outro. "Além de grande atriz é a maior beleza desse mundo", garantiu mais um.

 

Recentemente, durante uma participação no programa "Altas Horas", a atriz falou abertamente sobre o machismo que muitas vezes sofre de outras mulheres por ter feito personagens como Bruna Surfistinha e até mesmo a que está protagonizando na atual novela das 21h, na Globo . 

 

Em uma pergunta feita por uma moça da plateia questionando se a atriz era vítima de machismo, Secco respondeu que muitas vezes sente o preconceito vindo até de outras mulheres: "A minha geração foi criada em uma sociedade extremamente machista, homens e mulheres machistas. A gente começa uma luta agora, mas é muito longa e dura. Temos que ser muito fortes e persistentes", declarou. 

 

"Fico muito triste quando dou algumas declarações e vejo a maioria das mulheres comentando:'vagabund*, piranha'. Me julgam muito pelos papéis que eu fiz e eu sempre falo que, graças a Deus, não tenho vergonha nenhuma de ter feito uma prostituta. Eu teria mais vergonha de fazer políticos no momento", disse Deborah Secco referindo-se ao filme "Bruna Surfistinha"  (2011).

 

COMENTÁRIOS