Após documentário polêmico, rádios de três países se negam a tocar músicas de Michael Jackson
09/03/2019 09:27 em Música

Rádios da Austrália, Canadá e Nova Zelândia decidiram não tocar músicas de Michael Jackson em reação às novas alegações de abuso sexual do ‘Rei do Pop’. O grupo de rádio Nova Entertainment de Sydney foi o último a decidir, nesta quinta-feira (7), boicotar Jackson. A decisão foi tomada após o lançamento nos Estados Unidos do documentário “Leaving Neverland”, no qual dois homens relatam que o artista abusou sexualmente deles por anos quando eram menores de idade. 

 

O documentário ainda não foi transmitido na Austrália. Outro grupo de rádios australianas, a ARN, indicou que está “acompanhando de perto o sentimento do público com os artistas”. Na Nova Zelândia, as músicas de Michael Jackson quase não são mais ouvidas no rádio após a decisão dos dois principais grupos de rádios, MediaWorks e NZME, de não mais tocá-las. Essas duas empresas controlam a rede de rádios comerciais.

 

 A rádio pública Radio NZ declarou, por sua vez, que as músicas de Michael Jackson não fazem parte de sua playlist. Nesta semana, dezenas de estações de rádio canadenses decidiram não transmitir mais as grandes canções de Jackson como “Billie Jean” ou “Bad”. “Estamos atentos ao feedback dos nossos ouvintes, enquanto a transmissão do documentário gerou reações”, disse Christine DiCaire, da Cogeco, que opera 22 estações em Quebec e outra em Ontário.

Fonte: Notícias de SantaLuz

COMENTÁRIOS