Menino de 7 anos salva primo engasgado com espinha de peixe
07/06/2019 09:21 em Geral

Walter Neto, de 7 anos, faz demonstração da manobra realizada no primo Davi, de 3, em Teresina – Piauí | Foto: Rafaela Leal/ G1 PI

Um grande susto parou o almoço da família Barreto na última terça-feira (3), mas terminou com um final feliz graças à ação rápida dos primeiros socorros de Walter Neto, de apenas sete anos. Uma espinha de peixe ficou presa na garganta do pequeno Davi Ilírio, de três anos, primo de Walter. A família mora no bairro Santo Antônio, na Zona Sul de Teresina (PI), e no momento avô e a tia do menino se revezaram em tentar ajudar o garoto, mas não conseguiram. Foi Walter quem conseguiu socorrer o primo graças às manobras que aprendeu com os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Walter contou ao G1 que ficou calmo para que fosse possível realizar a manobra que havia aprendido durante as aulas. “Meus pais não conseguiram socorrer Davi, então eu comecei a realizar o procedimento. Eu nunca havia feito algo parecido nessas condições. Fiz três vezes a manobra”, disse Walter. Com a ajuda do primo, Davi conseguiu cuspir a espinha, e ele e toda a família conseguiram respirar tranquilos novamente. A tranquilidade do garoto impressionou Ana Gabriela, mãe do menino. “Ele disse que poderia ajudar e sabia o que fazer, ele percebeu nosso desespero e entrou em ação. O fato dele ter conseguido e de saber que ele tem a capacidade foi o que me deixou mais feliz”, disse Ana. Depois do alívio, a família ligou para o Samu para agradecer o trabalho dos professores. Walter Neto é aluno do ‘Samuzinho’, um projeto voluntário realizado por quatro profissionais do Samu a cada 15 dias. O projeto atinge 60 alunos, entre sete e 13 anos, e busca ensinar os pequenos a como reconhecer situações de emergência e orientar os adultos sobre como proceder.

Fonte: G1 Globo

COMENTÁRIOS